2.6

24 outubro 2008

Queria fazer um post sobre meu aniversário de namoro. É hoje. Dois anos e meio.

Eu, mulher de mil e uma fases, estou na fase anti-mela-mela. Sabe?! Nada ultra-romântico vai me despertar interesse. Muito menos algo convencional, previsível, tedioso.

Comecei a ler Tati Bernardi por influência da minha prima. São textos inteligentes, engraçados e fácil de se identificar. E foi de um dos seus textos que fiz a minha adaptação pra que esse dia fique ainda mais especial.

E agora que eu tenho certeza que você não é aquele, eu me descubro cagando um monte pra tudo isso. Porque você não é perfeito, mas o homem idealizado não tem seu pé grande que eu amo tanto e que fica roçando no meu por baixo do lençol. 
O mala do cara dos meus sonhos não tem as suas lindas bochechas: com mais tinta do que o planejado.
O homem perfeito é um puta de um chato com seus cds cults e cartazes de filmes europeus pela sala. Você, tocando sua guitarra imaginária debaixo do chuveiro ou com seu MP3 com volume no último, dançando ao som de Elvis ou Marvin Gaye é muito mais divertido, porque eu rio até não agüentar mais vendo seu rebolado e eu, uma pateta, com meu sem-jeito-nenhum-pra-dança tentando acompanhar.
Com certeza, se eu encontrasse o homem perfeito eu o trairia com você.
Eu sonhei sim com esse cara, que me levaria tomar sopas quentinhas em lugares com jazz e olharia para mim a noite toda achando que maior diversão no mundo não poderia haver.
Mas você me levou pra tomar açaí e toda vez se suja com shoyo quando vamos no restaurante japonês. Você com essa mania de ter tantos amigos me faz ter raiva e querer compulsivamente sua atenção. E me faz querer tanto você daqui a pouco, porque você não enjoa.  E peço a Deus para que eu nunca desista de sentir essa raiva, porque não pode existir raiva mais cheia de borboletas, notas musicais e passarinhos azuis.
Eu quero sim te matar, porque você tem uma mania surda de me chamar de brava, de bruxa, e eu quero te socar porque você já descobriu tudo o que me irrita e gosta de me ver assim. Mas quando qualquer outra coisa no mundo me irrita, eu lembro que eu tenho você pra me fazer sentir serena outra vez dizendo que não vai discutir nem brigar comigo, mesmo eu querendo muito.
Não somos um casal melado, mas duvido que tenha alguém que duvide do nosso amor. E você tem a maior paciência do mundo em curar a minha loucura.
Você com sua cara de calmo, que tudo vai muito bem e que tudo vai dar certo, enquanto eu coleciono olheiras, rugas e berros. É, as nossos rostos se combinam.
E você cabe de sobra na minha intensidade, e acaba com a minha neurose fria no quentinho da sua cama.
É cansativo viver sem vírgulas porque eu respiro a sua existência 24 horas por dia, e só coloco vírgulas teatrais para você não enjoar de mim.
E fazendo isso, eu só consigo te amar mais ainda. Porque você enterrou meu sonho aprisionado pela perfeição e me libertou para vivê-lo.
E a gente vai por aí, se completando assim meio torto mesmo. E Deus escrevendo certo pelas nossas linhas que se não fossem tão tortas, não teriam se cruzado.

(Texto adaptado de "Amor à segunda vista", de Tati Bernardi)

4 comentários:

Vanessa disse...

Opa, parabéns pelo aniversário de namoro e obrigada pela dica da Tati Bernardi, não conhecia, gostei do texto.

beijo

Jorge C. Reis disse...

Olá Renata
É verdade: " Quem o feio ama, bonito lhe parece. "
Mas amar é bom, mesmo reconhecendo os defeitos da nossa metade.
Afinal quem é perfeito ?

Obrigado por me ter adicionado aos que você segue.
Uma coisa lhe peço: corrija o nome do meu blogue, por favor. Não é Ponto Blogue, é .Blog.

Até breve
Jorge

Priscila Meds disse...

ahh Rê... a Tati é nossa amiga ne!? hehehe E acredite num aniversário meu e do Serginho fiz a mesma coisa, adaptei um texto dela... !
Gostei super do que vc escreveu.. e vcs dois deixam transparecer muito essa completude!
E lembra sobre o que vc me disse que eu achei minha tampa?! Pois é... não fui a única vc concorda!?

Fernanda Pereira disse...

Oi Rê!

CAra, eu nunca tinha passado aqui, tá certo eu sou um poço de desligamento...=/

Mas hj resolvi passar e aff...que coisa mais gostosa de se ler essas palavras todas que vc escreve. Li esse texto adaptado da Tati, li mais alguns vários aí pra baixo. gostei de todos, vou virar visitante assídua!!!

=D

Beijos

Boa semana!