Renda, Coletiva, Relógios e a Lua!

17 novembro 2008

"Olê, mulher rendeira,

Olé, mulhé rendá.

Tu me ensina a fazer renda

e eu te ensino a namorá."

Você tem idéia do quanto é trabalhoso fazer a renda?

A renda é o entrelaçamento de fios compondo um desenho, sem ter um fundo de tecido. Essa técnica chegou no Brasil através das mulheres portuguesas e está presente de maneira mais expressiva onde houve maior concentração dos açoiranos: Santa Catarina e Ceará.

Minha mãe fez uma viagem a trabalho para Recife. Enquanto esperava o horário do vôo pra voltar, parou numa loja e conheceu a Fátima Rendas.

Foi criada em 1977, mas tem uma história antiga, em que a renda renascença (técnica originária na Itália) fazia parte da família e passou por várias gerações.

A dedicação com que as peças são criadas as peças é herança da matriarca da família, Marieta Monteiro, que ensinou às suas filhas, além da técnica dos bordados, a importância do respeito a esse trabalho.

Motivada por sentimentos como esses, a loja agora possui outras filiais e suas peças artesanais são exportadas para países da Europa, EUA e Japão.

Reconhecidos como obras de arte, os trabalhos produzidos pela grife já foram destaque em dezenas de exposições, nacionais e internacionais. Fazem parte do seu acervo peças premiadas pela Unesco e outras que adornam embaixadas mundo afora e até na Santa Sé, no Vaticano.

A loja oferece um agrado para os compradores. Os clientes que levam alguma peça, levam também a bonequinha da sorte. Elas também são vendidas caso o cliente quiser levar para presentear alguém. Mas, as pessoas tem que ganhá-las. Esse é o espírito. E o dinheiro proveniente da compra das bonecas é destinado ao projeto social voltado às crianças carentes da região.

bonecadasorte

Essa é a minha! Ganhei da minha mãe. Olha como é pequena. Coloquei ao lado da moeda pra poder comparar.

............................................................................................................................

Aproveitando, divulgo a Blogagem Coletiva que está sendo promovida pela Andréa, do Leio o Mundo Assim.

Coisas do meu Brasil, para 13 de dezembro. Acesse o link, informe-se e participe!

COISASDOBRASIL2-1

............................................................................................................................

Termino agracendo o relógio que ganhei de presente do Igor, do Esquizofrenia Virtual. Agradeço por ter se lembrado de mim! Adorei os detalhes com as órbitas dos satélites, inspirados no meu observar através da luneta!

clock5

Ah, falando em satélites, ando curiosa sobre a Lua. Sexta e ontem, ela exibia-se, toda prateada e gigantesca naquele céu limpo, sem fim. Por que temos a impressão que ela muda de tamanho?

Escreverei sobre esse mistério num próximo post.

5 comentários:

Igor Garcia disse...

Rêeeeeeeeeeeeeeeeeee!!!

Tem que agradecer absolutamente NADA!! E seu presente e ponto!!! EM falar em ponto, sou uma negação com costura, mas achei a soluçõa: mando fazer! ;-)

Bjs n'alma!

dácio jaegger disse...

Muito legal seu post sobre renda (terrível é o imposto de renda), uma notícia legal sobre a origem e sua vinda para o Brasil. Sobre a bonequinha é um mimo encantador. Obrigado pelo link - vou providenciar o seu no Chega mais que é mais demorado - tem que ir mexer no html... rs. Quer conhecer a história da criação de Adão? A verdadeira. Apareça. Bjs

Tatah Santini disse...

HUm, a renda é um trabalho muito bonito mesmo.
Obrigada pelos parabéns!
=D

Nina disse...

que coisa mais linda e meiga, tao pequeno... nossa, faco ideia o trabalho que dá.

lua?? minha filha é apaixonada!!
sabia que aqui, lua é masculino?? e sol feminino??

só pra acrescentar :))

bjs

Fernanda Pereira disse...

Rê eu sei fazer crochê, ponto cruz, vagonite e alguma coisa de ponto russo...já dá pro gasto, né???rs

Eu tenho uma bonequinha dessa tbem...rs...

Beijo