Ciclista iniciante

09 setembro 2008

Ontem choveu e meus planos ciclísticos foram por água abaixo.
Hoje entretanto, meu despertador tocou mais cedo: ia lavar o cabelo e prometi a mim mesma que a ida ao trabalho de bicicleta tinha que acontecer.
Mas, como um bom pecado capital, a preguiça me dez ficar mais um pouquinho na cama. Acabei saindo de casa atrasada, engolindo uma banana, com a mochila nas costas e aquela super empolgação de começar o dia me exercitando.
Eu não sou tão boa na bicicleta quanto no voltante. Perco o controle do guidão de vez em quando e me desequilibro. A bicicleta estava desregulada pra minha altura, mas como já tinha decidido ir, encarei mesmo assim. O freio estava meio estranho, funcionando aos trancos e barrancos. Mas, eu sou brasileira... esqueceram? Impossível desistir!
Quando estava na metade do anel viário, ou seja, 1/3 do caminho, senti o calor, as pernas já cansadas e o fôlego acabando. O pior foi quando vi um menino me apontando para o amigo, tirando sarro da minha cara de acabada e da minha respiração profunda... manja? Aquela expiração pela boca, pra não sentir aquela dor no lado que dá quando respiramos errado?

Cheguei em 15 minutos no trabalho. Quer tempo melhor que esse?!

Malandra, tirei a minha super corrente da mochila para amarrar a bicicleta. E pra fechar com chave de ouro... Opsss! O sutiã que estava dentro da mochila pulou pra fora quando puxei a corrente.. foi o maior mico. Acho que ninguém viu, mas fiquei com vergonha por mim.
Prendi a corrente entre o cano e o pneu... é assim que faz?! Estou pensando agora que se algu;em resolver furtá-la é só sair carregando porque não está presa em nenhum lugar!
Ah... posso dizer que a aventura valeu, mas ainda não quero pensar na volta!

1 comentários:

primeds disse...

sabe aqueles emails que vem contando situações engraçadas no dia a dia??? esta história cairia bem! =)